sábado, 8 de dezembro de 2012

Amor e Chocolate - Dorothy Koomson, opinião


Título Original: The Chocolate Run
Autor: Dorothy Koomson
Editora: Porto Editora
Número de páginas: 416

Sinopse:
UMA HISTÓRIA DELICIOSA DE AMOR, LUXÚRIA E CHOCOLATE
Amber Salpone não queria sentir-se atraída pelo amigo Greg Walterson, mas não consegue evitar.
E, de cada vez que a atracção se concretiza em algo mais, a aventura secreta fica mais perto de se tornar numa relação séria, o que, sendo ele um mulherengo e tendo ela fobia ao compromisso, constitui um grande problema.
Enquanto Amber luta para aceitar o que passou a sentir por Greg, apercebe-se também de que ela e Jen, a sua melhor amiga, estão cada vez mais afastadas.
Pouco a pouco, à medida que as duras verdades das vidas de todos vão sendo reveladas, Amber tem de enfrentar o facto de o chocolate não curar tudo e, por vezes, fugir não é opção…


Sobre a autora:
Apaixonada desde sempre pela palavra escrita, Dorothy Koomson escreveu o seu primeiro romance aos 13 anos. 
A Filha da Minha Melhor Amiga  foi o seu primeiro livro editado em Portugal. A história comovente de duas amigas separadas pela mentira e unidas por uma criança encantou os leitores portugueses.
Pedaços de Ternura, Bons Sonhos, Meu Amor, O Amor Está no Ar e Um Erro Inocenteforam igualmente bem-sucedidos, consagrando a autora como uma das grandes referências para os leitores.

 
Opinião:
Neste novo romance de Dorothy Koomson, logo de início, são-nos dadas a conhecer duas personagens que não podiam ser mais diferentes uma da outra. De um lado temos Greg, o lady’s man, o primeiro a meter-se nas mais variadas confusões, quando há uma mulher envolvida; de outro, temos a Amber, a boa e velha Amber,compromissofóbica por natureza.
É realmente curioso como a amizade floresceu entre eles. Uma amizade que sobreviveu a inúmeras situações caricatas, maioritariamente criadas por Greg, mas que se vê ameaçada por algo inevitável. E não é difícil imaginar onde um beijo (ou vários, neste caso) pode levar.
No decorrer da história, narrada por Amber, é engraçado ver como ela consegue gerir e equilibrar esse incidente (mesmo que a balança pareça, grande parte das vezes, estar avariada)  com tudo o resto que ela vive, desde o trabalho, à família e à convivência com o grupo, do qual ela, Greg, Jen e o namorado Matt, fazem parte.
E como se as coisas não estivessem suficientemente complicadas, a relação com Jenna, a melhor amiga, é influenciada pela distância, deixando entrever, ao longo do tempo, aspectos que estiveram durante muito tempo na sombra.
Mas nem tudo é amargo ou negativo.
Nesta jornada, Amber vai aprender que alguns riscos valem a pena, e que misturar o amor com o chocolate pode trazer as mais variadas surpresas.

Escrito de forma leve e divertida, Dorothy aborda de maneira simultaneamente divertida e comovente, quão dolorosa pode ser a escolha entre a lealdade a uma amiga e o amor por um homem. No entanto, de certa forma, no densenrolar do drama, também nos ensina que devemos parar, reflectir, perspectivar e pesar as prioridades, e que por vezes não é assim tão mau colocarmo-nos mais vezes em primeiro lugar. Às vezes até podemos ficar surpreendidos com o resultado.

Este foi o primeiro livro que li da autora. Confesso que inicialmente a curiosidade não era muita, mas aceitei o desafio de o tirar da estante, e valeu a pena. No fundo, fiz um percurso recheado de gargalhadas e algumas introspecções pelo meio. E foi um passo dado na direcção dos restantes livros da autora. Quem sabe qual será o próximo a vir parar à estante ;)

Não deixes que coisas que podem nem sequer acontecer te impeçam de te transformares na pessoa fantástica que podes vir a ser.


Classificação: 5/5

4 comentários:

  1. Eu rendi-me a esse livro! Era capaz de o ler outra vez e mais outra! É realmente fabuloso e valei os dois dias que demorei para o devorar!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, e não estava nada à espera :)
      Uma vez que se comece a ler, é um pouco difícil de o pousar hehe Já leste mais algum da autora?
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Pois, mas mal comecei a ler não consegui desviar o olhar!
      Não, não li mais nenhum, mas gostava muito! Ouvi falar muito bem dos seus outros livros, e ando a ver se arranjo maneira de ler "A Filha da Minha Melhor Amiga" e "Pedaços de Ternura", mas ainda não os consegui arranjar.
      Beijinhos!

      Eliminar
  2. Adoro a autora! Já li todos os que ela escreveu *.* Esse é um dos meus preferidos, apesar de grande parte dos fãs o achar mais fraquinho. Espero que consigas os restantes dela ;)

    ResponderEliminar