quarta-feira, 6 de março de 2013

Pequenos desabafos

Hoje é daqueles dias em que me apetece fazer vários flipping tables e mandar algumas imprecações ao ar.

Tenho andado em falta para com o blog, porque comecei uma nova etapa de aulas e o tempo tem sido escasso (chego a casa exausta e a vontade de vir aqui ou de pegar num livro é pouca), mas prometi a mim mesma que as coisas iriam mudar em breve. (Mal eu sabia que tinha razão.)

Apesar do cansaço constante, o entusiasmo não esmorece uma vez que estou a trabalhar para algo que quero fazer no futuro.

Mas hoje, hoje, que tive umas horas para pegar no livro que tinha ficado a meio, fi-lo para encontrar um refúgio. Soube que a minha avó está hospitalizada, a 400 e tal km de distância e o diagnóstico para além de incerto (o que dá direito a mais um flipping table) é igualmente reservado - conclusão, não augura nada de bom. E no tempo em que o olhos corriam as várias linhas e páginas, dei comigo presa no mesmo sítio, suspensa num único pedaço de terra, num raio de nada em redor. Em última análise quer-me parecer que o sistema de teletransporte também estava com serviços mínimos ou, em último caso, em greve.

Sinto-me revoltada, porque, quando tudo parece correr finalmente bem, puff - toma lá que é para aprenderes. - mas porquê jogar com a vida de uma pessoa?
Se não estivesse a chover ia descarregar correndo.

Enfim, quarta-feira, dia dos flipping tables.


Tentativa de dar um toque de humor à situação... failed                


             


 

6 comentários:

  1. Oh :(, espero que a situação se resolva e que a tua avó melhore. ;) Quanto às aulas e o não teres tido tempo para o blogue, tira uns dias do blogue, sem pressões, às vezes é mesmo o que precisamos para voltar com mais força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá p7 :)
      Até agora mantém-se tudo na mesma, mas obrigada pela força :)
      Passados estes dias, dou-te razão. É curioso como ao fim destes dias me sinto algo renovada por cá voltar.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Lia!
    É uma situação complicada, e eu sei que é duro andar de cabeça erguida com cansaço e problemas de pessoas de família no pensamento. Só te posso dizer uma coisa: MUITA FORÇA! Força e coragem!
    Melhores dias virão!
    E claro, se precisares, apesar de só nos conhecermos no mundo dos blogs, é só dizeres :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Kel!
      Foram dias difíceis e complicados, mas estou aqui, mais firme e com vontade de continuar. Obrigada, obrigada por tudo isso :)
      Digo-te o mesmo :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. A vida nunca é certa: há alturas, há momentos, há tempos, há pensamentos, todos diferentes dos outros! Um completo mistério. As melhoras para a tua avó! Espero que ela fique bem!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariana :) Concordo contigo, por mais que se tente adivinhar, há sempre um qualquer nevoeiro que surge e se adensa. E o mistério continua.
      Obrigada pelo apoio! :)
      Beijinhos!

      Eliminar